FACULDADE EBRAMECO que é a Belt and Road Initiative - FACULDADE EBRAMEC

  • 11 2662-1713
  •  
  • 11 97504-9170

O que é a Belt and Road Initiative

O que é a Belt and Road Initiative

belt1 O que é a Belt and Road Initiative

de Luciano de Freitas Pereira 18/10/2017

Na viagem a China que fiz esse ano tive uma palestra da Dra. He Lanping que falou sobre a Belt and Road Initiative, um projeto de grande amplitude que abrange diversas áreas, como econômica, financeira, educação, saúde e cultura. O nome do projeto faz alusão a Rota da Seda, uma rota comercial que saía da China em várias frentes: uma marítima, ao sul, partindo da China e seguindo pelo Sudeste Asiático, Índia, Arábia e dividindo-se para o sul, À Somália e Quênia e outra ao norte, entrando no Mar Vermelho e pela terra do Egito alcançando a Europa. Outra ao Norte por terra, contornando a cordilheira do Himalaia, passando ao norte da Índia, Paquistão, Pérsia, Turquia atingindo a Europa até a Roma, essa expandiu-se para Coréia e Japão atingindo todo o mundo antigo. O nome veio da troca, não só de mercadorias, mas de conhecimentos e justamente isso que o projeto quer resgatar.

belt1 O que é a Belt and Road Initiative

Rota da Seda – fonte Wikipedia

Ele é dividido em várias frentes: política, instalações, cooperação em investimentos, ligação pessoa-a-pessoa. Nesta última, envolve iniciativas em educação, extensão universitárias em outros países, investimento no ensino do mandarim, da cultura e das artes chinesas, festivais de cinema, pintura, música, moeda, colaboração e investimentos em saúde, com a utilização do conhecimento da Medicina Chinesa. É baseada na colaboração bilateral na área da saúde, Shanghai é a “Bridgehead”, termo que significa no sentido literal, uma posição vantajosa e especial, uma área estratégica posicionada na “cabeça da ponte” e serve de proteção para ser mantida e proteger, para que as tropas possam atravessar com segurança.

As pesquisas de inovação citadas na área da Medicina Chinesa, feitas pela SHUTCM e a “A Healthy China” (Uma China mais saudável)  descreveram as ações do controle de epidemias do Rio Mekong, com pesquisas e desenvolvimento de práticas da Medicina Chinesa para controle de epidemias e doenças tropicais, em vários países vizinhos, no Sudeste Asiático, como no controle e tratamento da Dengue, Malária, AIDS, entre outras.

O projeto inclui também a construção de uma linha ferroviária que partirá da China e atravessará toda a Ásia até a Europa, além de construção de portos em diversos países e outras infra-estruturas. Terá um investimento bilionário que envolverá vários países.

 

 

 Veja a palestra: