fbpx

FACULDADE EBRAMECDica de Erva Brasileira na Fitoterapia: A Flor de São João - FACULDADE EBRAMEC

  • 11 2662-1713
  •  
  • 11 97504-9170

Dica de Erva Brasileira na Fitoterapia: A Flor de São João

 
Especial Dia Oficial da Farmácia
 
Dica de Erva Brasileira na Fitoterapia: A Flor de São João
Pyrostegia venusta ou Flor de São João possui diversos tratamentos o principal é o vitiligo
 

Flor-de-são-João-dicaPrancheta-1-cópia-19@3x-100 Dica de Erva Brasileira na Fitoterapia: A Flor de São João

• Nome científico: Pyrostegia Venusta
 
• Parte utilizada: Flores e ramos tenros.
 
• Composição química: beta-sitosterol, n-hentriacontano, 7-O-beta-D-glicopiranosilacacetina e meso-inositol (myo-inositol). 
 
• Ações e indicações clássicas: Utilizada classicamente para tratar vitiligo (flores). Outras indicações são para reumatismo (ramos tenros)e asma.
 
 • Interações: Nada relatado
 
• Efeitos colaterais:  Já foi relatado hepatotoxicidade em uso prolongado e/ou altas doses. A planta possui um efeito fotossensibilizante e portanto a exposição a sol deve ser evitada logo após o uso para evitar queimaduras de sol.
 
 
• Propriedades: Doce, refrescante.  
 
• Medicina chinesa: Lembramos que os chineses construíram sua farmacopeia energética durante milhares de anos, portanto, o resultado apresentado nesta obra não é definitivo. 
 
– Clareia calor tóxico no Pulmão – Por ser uma flor, ela não tem ação tônica nem do yin nem da essência do pulmão, mas auxilia na deficiência destes, retirando o calor tóxico que acomete o pulmão, gerando problemas como a asma, e o vitiligo. Esse calor tôxico é proveniente principalmente do Yang do fígado, e talvez sua natureza doce e refrescante auxilie a controla-lo (o que explicaria os efeitos colaterais a longo prazo), porém faltam estudos para essa confirmação e até o momento sabemos que o tropismo da planta é preferencialmente com o pulmão.
 
 
• Contra indicações Energéticas: Utilizar com cuidado em pacientes que apresentem alguma doença grave no fígado.
 
   
Créditos: José Carlos Sencini, professor de Fitoterapia Chinesa com Ervas Brasileiras na Faculdade EBRAMEC.
 
Saibam mais em: http://www.ebramec.edu.br/curso/fitoterapia-chinesa-com-ervas-brasileiras/