FACULDADE EBRAMECAcupuntura melhora rendimento em atletas - FACULDADE EBRAMEC

  • 11 2662-1713
  •  
  • 11 97504-9170

Acupuntura melhora rendimento em atletas

Especial Dia do Atletismo

Acupuntura melhora rendimento em atletas

A sensação de dor é menor quando se atua a técnica da Medicina Chinesa principalmente para tratamento de lesões

Datas-Comemorativas-Dia-do-Atleta Acupuntura melhora rendimento em atletas

A acupuntura vem ganhando cada vez mais espaço entre os atletas amadores de plantão. Quem corre, pedala ou pega peso na academia convive com dores e lesões que atrapalham o rendimento e muitas vezes levam ao afastamento da atividade. Foi o que aconteceu com o baiano Alexandre Reis. Hoje ele se dedica às maratonas aquáticas e nada todos os dias. Mas isso não seria possível sem a acupuntura. Com o tratamento, ele se livrou de uma hérnia de disco na lombar, pontos de gatilho nos ombros e de uma fascite plantar. Lesões que adquiriu durante o período de cinco anos em que ficou sedentário.

– A maratona aquática mudou a minha vida, e a acupuntura me ajudou diretamente nesse processo. Minha confiança em fazer todas as minhas atividades, desde o lado pessoal até o profissional, só aumenta. Faço há 10 anos e indico para qualquer um. Espero poder continuar fazendo o meu esporte até ficar bem velhinho – comentou Alexandre.

Mas como pequenas agulhas podem ser tão eficientes? De acordo com o doutor Walter Viterbo, médico de Alexandre e dono de uma clínica referência em acupuntura em Salvador, a base do procedimento é a endorfina, que está relacionada ao prazer e à diminuição da dor, tendo dois tipos de ação, local e central. Assim, o sistema nervoso seria estimulado a partir dos pontos, gerando respostas positivas no tratamento de diversas patologias.

– A inserção da agulha estimula as terminações nervosas existentes na pele e nos tecidos subjacentes, principalmente os músculos. A mensagem gerada por esses estímulos segue pelos nervos periféricos, até o sistema nervoso central, medula e cérebro. Aí, deflagra a liberação de diversas substâncias químicas conhecidas como neurotransmissores, desencadeando uma série de efeitos importantes, tais como: analgésico, anti-inflamatório e relaxante muscular, além da ação moduladora sobre as emoções, o sistema endócrino e imunológico e sobre várias outras funções orgânicas – explicou.

O médico lembra ainda que os benefícios da acupuntura vão além do tratamento do local lesionado, tendo influência sobre a ansiedade e o sono, por exemplo, pontos cruciais na vida de uma atleta: – No caso dos atletas pode ser usada na recuperação de lesões e também no lado emocional, pois promove a produção de endorfina, que diminui o cortisol, que é o hormônio do estresse, da ansiedade. Também ajuda a melhorar a qualidade do sono, fazendo com que a pessoa tenha um nível de regeneração maior no sono.

No geral, de duas a três sessões por semana são suficientes para que os benefícios da acupuntura comecem a aparecer. Claro que casos mais sérios de reabilitação ou pós-operatório precisam de uma frequência maior: – O atleta que faz acupuntura de forma regular tem um equilíbrio melhor do que aquele que não faz – afirma Viterbo.

A acupuntura também pode ser uma saída para aquelas pessoas que não gostam ou não querem tomar remédios. O médico garante que é possível conseguir bons resultados em tratamentos apenas com as agulhas: – Existem resultados positivos só com acupuntura. Claro que para um atleta que quer voltar à ativa de forma rápida, é indicado que associe a outras terapias.

O próprio doutor Walter Viterbo é praticante de Muay Thai e também se trata com acupuntura. Ele ressalta que cada caso é único, e as respostas ao procedimento serão diferenciadas: – Um dos preceitos da filosofia da Medicina Chinesa é atender o paciente como um ser único, integral e holístico, enxergar o indivíduo como um todo, respeitando as suas individualidades. Cada paciente responderá de acordo com a sua capacidade genética para esses estímulos.

 

Fonte: Globo.com