FACULDADE EBRAMECA FTE EBRAMEC apresenta a mais nova professora Dra. Zhao Juan diretamente da China - FACULDADE EBRAMEC

  • 11 2662-1713
  •  
  • 11 97504-9170

A FTE EBRAMEC apresenta a mais nova professora Dra. Zhao Juan diretamente da China

A FTE EBRAMEC apresenta a mais nova professora Dra. Zhao Juan diretamente da China

Em sua última entrevista realizada em 2015 ela comentou sobre a vinda ao Brasil, em Novembro deste ano, ela cumpriu as suas palavras

 

A Dra. Zhao Juan é uma jovem profissional da Medicina Chinesa que tem a sua graduação em Medicina Chinesa pela Universidade de Medicina Chinesa de ChengDu e seu Mestrado em Acupuntura e Moxabustão pela mesma Universidade.
Em novembro de 2015 ela esteve no Brasil a convite da EBRAMEC, quando tivemos a oportunidade de partilhar algumas palavras com ela. Enquanto ela esteve no Brasil, proferiu palestras abertas, lecionou sobre acupuntura na infertilidade para alunos de acupuntura na ginecologia, atendeu pacientes nos ambulatórios, além de ter partilhado um pouco de sua vivência com todos os que encontrava.

Em Novembro deste ano, ela chegou ao Brasil com o intuito de ficar alguns anos lecionando como nossa professora no corpo docente de Acupuntura, contribuindo com suas experiências e promovendo o conhecimento da Medicina Chinesa da China.

Veja a entrevista abaixo realizada pela revista Medicina Chinesa Brasil:

RMCB: 1- Como você se interessou pela Medicina Chinesa?


Zhao: Quando eu era criança eu sempre tomava fitoterápicos nas vezes em que ficava resfriada ao invés de injeções ou medicamentos ocidentais, o que acredito que seja uma experiência comum compartilhada por grande parte dos chineses. Deste modo, a Medicina Chinesa nunca foi estranha para nós, pelo contrário, ela acompanha nossa vida diária.
Eu sempre quis ser uma médica porque os médicos podem ajudar e salvar vidas, mas eu não sabia nada sobre medicina e não tinha ninguém para me aconselhar, pois toda minha família trabalha para a companhia de trem da China. Eu apenas entrei na Universidade de Medicina Chinesa de ChengDu e tudo era muito novo para mim.
Felizmente, minha primeira aula foi de Teoria de Base da Medicina Chinesa e a professora, que também era médica do hospital afiliado à Universidade e tão cheia de experiência, que ela conseguiu atrair a atenção de todos na sala e nos ajudou a formar a nossa confiança e interesse nos estudos, que foi tão fantástico que eu juro que serei uma boa médica como ela, para ajudar as pessoas, para ensinar os alunos, assim como ganhar o meu respeito.

RMCB: 2- Você pode nos falar um pouco sobre a Universidade de Medicina Chinesa de ChengDu onde você teve a sua formação?


Zhao: A Universidade de Medicina Chinesa de ChengDu está localizada na parte centro-oeste da cidade de Chengu e é considerada uma das maiores e mais antigas Universidades de Medicina Chinesa da China, ao mesmo tempo, o Hospital Afiliado tem uma grande reputação na parte Sudeste da China, pela grande quantidade de médicos famosos com técnicas especiais ou mesmo únicas, que levam às pessoas mais eficiência no tratamento e menos sofrimento. Através de importante influência nas conquistas acadêmicas de alto nível assim como no comprometimento altruísta dos professores, os alunos da Universidade de Medicina Chinesa de ChengDu são muito esforçados e almejam retribuir à sociedade com o que sabem o mais breve possível.

RMCB:3- Como é conhecido, a Universidade de Medicina Chinesa de ChengDu é considerada um importante centro no fortalecimento da importância sobre os Clássicos. Você pode, por favor, mencionar aos nossos leitores as suas opiniões sobre esta importância?


Zhao: ChengDu é a capital da província de SiChuan, também conhecida como a terra da abundância, por ser rica em recursos naturais. Neste sentido, ChengDu naturalmente também é área de origem de muitas plantas genuínas da Fitoterapia Chinesa como Chuan Xiong, Chuang Huang Lian, Chuang Hong Hua, onde o ideograma para Chuan remete a uma abreviação de SiChuan. Além disso, ChengDu agrupa uma quantidade grande de praticantes famosos de Medicina Chinesa, alguns são muito bons na prática de Jing Fang (linha de prática da Fitoterapia Chinesa baseada em Fórmulas Clássicas), outros são famosos pelos tratamentos emergenciais, alguns pertencem a famosas linhagens familiares de pediatria, alguns pertencem à diferentes escolas de pensamento como a HuoShenPai (uma linhagem especial de fórmulas clássicas), dentre outros. Estes diversos profissionais famosos permitiram um grande enriquecimento cultural, teórico e prático para a Medicina Chinesa local.


Em relação aos Clássicos da Medicina Chinesa, eu acho que o mais importante são os Clássicos em si e o seu estudo, ou seja, minha sugestão é que todos que desejam de fato aprender a Medicina Chinesa devem estudar os Clássicos o máximo possível e, de modo ainda mais importante, tentar compreender o real significado clínico deles. Apenas captando a essência dos Clássicos é que nos podemos praticar a Medicina Chinesa de forma correta na clínica. Além disso, devemos tentar combinar o que aprendemos nos livros com a vivência clínica, com o objetivo de estabelecer e fortalecer nossos pensamentos sobre a Medicina Chinesa.

RMCB: 4- Ainda em relação aos Clássicos da Medicina Chinesa, quais, na sua opinião, seriam os mais importantes para a Fitoterapia Chinesa e a Acupuntura? E porque?


Zhao: Como eu mencionei anteriormente, o mais importante é o contato e a compreensão das informações dos Clássicos, de preferência em diferentes textos. Mas como questionado abordarei alguns dos mais importantes e essenciais na minha opinião:


A- Huang Di Nei Jing, especialmente o Ling Shu, que aborda as teorias fundamentais e os princípios essenciais para a prática da Acupuntura, de onde se pode obter as impressões gerais da Acupuntura e obter as bases para as habilidades práticas para a clínica. Mas além disso, o leitor pode fortalecer ainda mais suas bases da Medicina Chinesa.
B- Zhen Jiu Da Cheng, como o próprio nome indica este é um Grande Compêndio de Acupuntura e Moxabustão, que aborda estratégias de tratamento de diferentes ângulos, sobre os mais variados tópicos relevantes para a prática clínica. Este livro, ainda hoje, é considerado um livro essencial para todo acupunturista.
C- Shen Nong Ben Cao Jing – Ben Cao Gang Mu. Conhecer a natureza de uma erva é o passo inicial, antes de se pensar em prescrever uma fórmula, visto que a formulação é a arte de agrupar diferentes ervas. Embora a ciência e a tecnologia antigas sejam relativamente primitivas em relação aos tempos modernos, quando estudar a Fitoterapia Chinesa, é importante também associar as informações vindas de alguns textos modernos de qualidade, que não substituem os textos Clássicos, mas podem ajudar.


Como se sabe, há uma quantidade incontável de textos Clássicos importantes, mas é melhor você ter um conhecimento amplo e detalhado de alguns livros do que ter uma visão geral e superficial de uma centena de livros.

RMCB: 5- Qual é a sua experiência em explicar a Medicina Chinesa para estrangeiros?


Zhao: Pelo fato de ser uma das bases de ensino de Medicina Chinesa na China, a Universidade de Medicina Chinesa de ChengDu recebe muitos grupos de estrangeiros para estudos de aprofundamento vindo de diferentes partes do mundo. Assim, minha primeira experiência na comunicação com estrangeiros foi como interprete, transferindo as informações no máximo possível quando os grupos acompanhavam médicos no hospital afiliado.


Trabalhar com estrangeiros, seja como interprete, seja como professora, me dá muito prazer e um senso de realização, pois devido aos obstáculos linguísticos, naquele momento eu acabo sendo a única pessoa que o grupo tem para conhecer e aprender mais sobre a Medicina Chinesa na China, que é de fato a origem da Medicina Chinesa, de modo que eu tenho a grande responsabilidade de oferecer o melhor que eu posso. Além disso, eu sempre troco ideias e experiências com os estrangeiros a respeito de como aprender mais sobre a Medicina Chinesa e também a nossa cultura, o que acaba por promover ainda mais a amizade.

RMCB: 6- Com base na sua experiência na China, quais são as condições que as pessoas mais buscam por tratamento com Acupuntura?


Zhao: Em relação ao tratamento com acupuntura, as pessoas normalmente procuram o departamento de acupuntura em grandes hospitais, ou mesmo em clínica privadas. De modo geral, as pessoas procuram tratamento para condições nas quais a acupuntura possuem os melhores efeitos, como por exemplo, paralisia facial, herpes zoster, síndromes dolorosas (incluindo osteoartrite, bursites…) sequelas de AVC, insônica, dentre outras tantas. Atualmente as pessoas estão ficando mais e mais abertas e se preocupando mais com a saúde, de modo que muitas pessoas também buscam tratamento para “regular o corpo” ou para problemas estéticos, o que também tem crescido na China. Além disso, pacientes com condições severas ou mais difíceis também tem buscado por tratamento com Acupuntura, como caos de paralisia cerebral, aplasia congênita, esclerose múltipla, paraplegia, infertilidade, úlceras orais. Assim, é possível notar que a Acupuntura possui uma grande gama de indicações, depende muito da escolha do paciente assim como da reputação e experiência do médico.

RMCB:7- No último mês de novembro você foi convidada pela EBRAMEC para passar alguns dias no Brasil. Qual foi sua impressão sobre os alunos brasileiros?


Zhao: Primeiramente gostaria de aproveitar para agradecer a EBRAMEC novamente por ter me convidado, minha primeira visita ao Brasil foi tão maravilhosa que posso dizer me apaixonei pelo Brasil deste então.


Ao invés de alunos eu prefico chamar de “seguidores da Medicina Chinesa (?????), pois todos eles amam a Medicina Chinesa, alguns mudam suas carreiras para estudar a Medicina Chinesa e praticá-la de seu próprio modo. A grande maioria é mais velha que eu,, eles já possuem suas famílias, ocupações, reputações alguns possuem até mais experiência clínica que eu, mas eles ainda assim vem para as aulas de Medicina Chinesa, o que para mim é algo muito interessante. Eu senti a paixão deles, suas curiosidades, suas hospitalidades… eu amei dar as palestras, tivemos uma grande interação durante as aulas e nos tornamos amigos na sequencia. Isto é totalmente diferente da China, eu desejo que eu pudesse ter mais contato com os amigos brasileiros.

RMCB: 8- E o que você acha da EBRAMEC – Escola Brasileira de Medicina Chinesa?


Zhao: O meu primeiro dia na EBRAMEC foi tão maravilhoso que eu nunca vou esquecer. O Regis (Reginaldo Filho), presidente da EBRAMEC, me mostrou e introduziu a cada parte da escola e eu fiquei totalmente impressionada. Eles possuem uma gama de ótimos cursos de Medicina Chinesa para os alunos, o próprio Regis já escreveu e traduziu uma série de livros, inclusive alguns Clássicos para o português, o que faz com que eu acredite que ele realmente dedica a sua vida a apresente o melhor da Medicina Chinesa para os brasileiros.


Na biblioteca, pude encontrar todos os tipos de livros importantes da Medicina Chinesa, Acupuntura, Qi Gong, Tui Na, Fitoterapia Chinesa, além de vídeos, DVDs, monografias… o que, para falar a verdade, eu não sei se posso encontrar uma variedade de livros assim em algumas instituições chinesas.
Eu também visitei e pude praticar um pouco nos ambulatórios, atendendo alguns pacientes para auxiliar os alunos, visitei as salas de aula, a sala especial de Fitoterapia Chinesa, que é a mais completa que eu já vi.


A experiência que tive na EBRAMEC foi realmente excelente e, de todo meu coração, desejo que as pessoas possam aproveitar todos estes recursos que a EBRAMEC oferece a todos para o aprendizado de Medicina Chinesa de qualidade.

RMCB: 9- Como é possível que você venha viver no Brasil, qual você acha que seria a sua contribuição aqui no Brasil?


Zhao: Como uma chinesa, naturalmente eu tenho mais acesso a materiais da Medicina Chinesa, assim eu tentarei o meu melhor para combinar o que eu já sei e o que eu ainda posso aprender, para meus ensinamentos e minhas práticas clínicas. O que é mais importante, também tentarei reforçar os conhecimentos sobre a cultura chinesa, pois acredito que é um fator indispensável para o bom entendimento da Medicina Chinesa.


Eu também tentarei manter os conhecimentos atualizados com os avanços modernos na Medicina Chinesa, o que também chamamos de novidades da Medicina Chinesa. Posso garantir que eu vou me dedicar para apresentar o melhor da Medicina Chinesa, eu realmente amei estar no Brasil e trabalhar na EBRAMEC será uma honra e um prazer para mim.

 


RMCB: 10- Você poderia, por favor, deixar algumas palavras para nossos leitores?


Zhao: Queridos leitores, muito prazer em conhece-los por aqui. Se você já estudou Medicina Chinesa por um tempo, acredito que você já seja profundamente atraído por ela e desejando em continuar a descobrir mais sobre ela; como a Medicina Chinesa existe por milhares de anos, ela é realmente um grande tesouro para os seres humanos, desejo que você tenha uma bela jornada no aprendizado. Se você é apenas um iniciante ou não tem nenhum conhecimento sobre a Medicina Chinesa ainda, não se preocupe, vá com calma, eu acredito que você irá se apaixonar pela Medicina Chinesa e ganhar confiança e interesse com o passar dos dias.


Esta revista, pelo que fiquei sabendo, tem como público não apenas profissionais da Medicina Chinesa, mas todos os interessados em informações a respeito da saúde, o que é muito interessante. A EBRAMEC está sempre tentando apresentar o melhor da Medicina Chinesa para as pessoas e já tem realizado muitas contribuições para a promoção dela, assim eu desejo muita prosperidade para a EBRAMEC assim como para a revista.